segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Releia-se

Continue! É isso que sinto ao escrever aqui novamente... Passamos por muitas situações! Boas ou más, sempre rendem uns dois dedos de inspiração para escrever. O pior inimigo é o desânimo, nunca desiste de tirar de nós o gostinho de criar, escrever, cantar, amar! Quantas vezes já nos desanimamos hem? quantas vezes desistimos por termos nos magoado? Fracos, inúteis, covardes... É isso que somos? Ou será que a nossa natureza é que acha, pensa que a fraqueza sobrepõe as nossas fortalezas? É preciso ir contra a corrente que, muitas vezes nem está tão forte assim. Lute contra suas fraquezas, você pode muito mais!

Um poeta, certa vez disse:

"Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores
Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores
Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores...
Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho
Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho
Estou podando meu jardim
Estou cuidando bem de mim."

É assim mesmo... experimentei isto ao reler meus escritos, redescobrindo pouco a pouco quem sou eu. É preciso relembrar quem somos, esquecer quem querem que sejamos. Nossa vida só terá sentido se pudermos relembrar pacientemente que somos em versos, canções, lembranças. Por isso nem sempre é preciso escrever em folhas, postar na NET... O mais importante é publicarmos cada momento vivido no nosso coração, escrever versos que sejam cantados na vida, nos atos. É preciso amar e esquecer o que de mal nos aconteceu, ou ao menos minimizar estas coisas que de nada servem a não ser nos ferir e fazer amadurecer.

Não se deve desistir por causa dos erros, existem mais motivos para continuar do que motivos para desistir. Os sonhos, por mais que pareçam, inalcançáveis devem ser buscados. Chore, sorria, cante, xingue, se aborreça e aborreça os outros... Mas faça aquilo que é mais importante, faça tudo com e pelo amor... E se algum dia você se perder, releia-se e reencontre o caminho que te leva a si mesmo, encontre você!

(Robson Nunes)

‎"É preciso reler o mapa da vida de tempos em tempos para reencontrar o caminho da felicidade"
R. Nunes

2 comentários:

Rafaelly (: disse...

Eu só queria que você tivesse noção, só uma noçaozinha do que eu senti lendo isso! Do sorriso que me arrancou... Foi como ver de novo o que você realmente é, a pessoa que primeiro me estendeu a mão, que primeiro me aconselhou... além do que partilhar de todas essas ideias! Nem imaginas o quando esperei pra te ver de novo assim, enxergando além!
Te amo muito, e sabes! Feliz porque tua vitória também é minha!
=D

Robson Nunes disse...

Rafinha, saibas que o amor é um caminho de duas vias... Alegria mesmo é ver que você "cresceu", já é mestra e sabe se fazer eterna discípula do Senhor. Agradeço, pois se não fosse por você, talvez, eu não voltasse a tempo. Obrigado por ir ao meu encontro qnd o pódio não era mais meu lugar. Muito obrigado Rafinha. Amo-te!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Releia-se

Continue! É isso que sinto ao escrever aqui novamente... Passamos por muitas situações! Boas ou más, sempre rendem uns dois dedos de inspiração para escrever. O pior inimigo é o desânimo, nunca desiste de tirar de nós o gostinho de criar, escrever, cantar, amar! Quantas vezes já nos desanimamos hem? quantas vezes desistimos por termos nos magoado? Fracos, inúteis, covardes... É isso que somos? Ou será que a nossa natureza é que acha, pensa que a fraqueza sobrepõe as nossas fortalezas? É preciso ir contra a corrente que, muitas vezes nem está tão forte assim. Lute contra suas fraquezas, você pode muito mais!

Um poeta, certa vez disse:

"Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores
Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores
Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores...
Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho
Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho
Estou podando meu jardim
Estou cuidando bem de mim."

É assim mesmo... experimentei isto ao reler meus escritos, redescobrindo pouco a pouco quem sou eu. É preciso relembrar quem somos, esquecer quem querem que sejamos. Nossa vida só terá sentido se pudermos relembrar pacientemente que somos em versos, canções, lembranças. Por isso nem sempre é preciso escrever em folhas, postar na NET... O mais importante é publicarmos cada momento vivido no nosso coração, escrever versos que sejam cantados na vida, nos atos. É preciso amar e esquecer o que de mal nos aconteceu, ou ao menos minimizar estas coisas que de nada servem a não ser nos ferir e fazer amadurecer.

Não se deve desistir por causa dos erros, existem mais motivos para continuar do que motivos para desistir. Os sonhos, por mais que pareçam, inalcançáveis devem ser buscados. Chore, sorria, cante, xingue, se aborreça e aborreça os outros... Mas faça aquilo que é mais importante, faça tudo com e pelo amor... E se algum dia você se perder, releia-se e reencontre o caminho que te leva a si mesmo, encontre você!

(Robson Nunes)

‎"É preciso reler o mapa da vida de tempos em tempos para reencontrar o caminho da felicidade"
R. Nunes

2 comentários:

Rafaelly (: disse...

Eu só queria que você tivesse noção, só uma noçaozinha do que eu senti lendo isso! Do sorriso que me arrancou... Foi como ver de novo o que você realmente é, a pessoa que primeiro me estendeu a mão, que primeiro me aconselhou... além do que partilhar de todas essas ideias! Nem imaginas o quando esperei pra te ver de novo assim, enxergando além!
Te amo muito, e sabes! Feliz porque tua vitória também é minha!
=D

Robson Nunes disse...

Rafinha, saibas que o amor é um caminho de duas vias... Alegria mesmo é ver que você "cresceu", já é mestra e sabe se fazer eterna discípula do Senhor. Agradeço, pois se não fosse por você, talvez, eu não voltasse a tempo. Obrigado por ir ao meu encontro qnd o pódio não era mais meu lugar. Muito obrigado Rafinha. Amo-te!